O CARPINTEIRO

 

Como reconhecer
o Filho do Homem
se em Jerusalém
era considerado
um curandeiro

Em Nazaré
não realizou
nenhum  feito
que justificasse
a fama de milagreiro

Os conterrâneos
indagaram
– Não é este o carpinteiro
filho de Maria
Não vivem aqui
irmãs e irmãos

Talis Andrade, O Judeu Errante, livro inédito

ENCOSTO

Estranho poder
me toma o corpo
Tudo acontece
como se me
transformasse
em uma outra pessoa

Na carne que rasteja
na carne que lateja
o meu corpo age
como que possuído
por indefinida
invisível força

Estranho poder
me toma o corpo
doendo em mim
como um encosto
maligno e ruim

Dor ferida
camuflada
de vidas passadas

Errática
dor referida
atípica
que fustiga

Dor cansada
antiga
que nunca termina

 

 

 


Talis Andrade in Selos do Apocalipse
Ivan Maurício, desenho

A MISSÃO DO DIVINO CAUDILHO

– Vou treinar meu soldados
– Te entrego cem mil rebeldes
para executar
Um exército
de comunistas
de anarquistas
de republicanos
heréticos

– Vou testar minhas armas
Minha legião Condor
meus aviões
meus tanques
minhas bombas incendiárias
e de fragmentação
– Ofereço meus reinos de Portugal
Castela e Aragão
Ofereço a Galiza
a Catalunha
e Madri
Quero que derrube
o Velho Carvalho
de Guernica
e as feras
que ele oferece sombra

– Preciso conhecer as técnicas de interrogatório
da Santa Inquisição
– Tenho mais de 180 campos
de concentração
Dois em Sevilha
Dois em Alicante
Dois em Barcelona
Dois na Grã Canária
Tenho mais de 180
campos de concentração
O campo de Castuera
o campo de Miranda de Ebro
o campo da península de Llevant
Tenho mais de 180
campos de concentração
Ofereço o Betanzos
Ofereço a Guarda da Pasaxe Camposancos
Ofereço o Hostal de San Marcos de León
Ofereço o Mosteiro de Corbán
Tenho mais de 180
campos de concentração

Tudo que Hitler pedia
Franco oferecia
Tudo que Mussolini pedia
Franco oferecia
Pela terrena missão
de ser “caudilho
pela graça de deus”
O diabo sabe que deus

 

FEIRA DOS MILAGRES

por Talis Andrade

Maldito bendito corpo
contido em uma cela
estendido em uma cama
embalsamado
em uma redoma de vidro

Contido medido corpo
de atormentado asceta
temeroso do mundo
dos pecados imundos
da indomada carne

Santificado corpo
espostejado corpo
exibido nos açougues
para ser vendido
como lembrança

Santo corpo de Santa
Isabel da Hungria
depois de morto
arrancaram as unhas
cortaram os cabelos
os bicos dos seios

Corpo lavado
rezado e velado
de São Tomás de Aquino
a cabeça decapitada
o corpo esburgado
os ossos polidos
vendidos a varejo
para que as ricas igrejas
príncipes e reis
pagassem o preço
exorbitante preço
por tão raras
caras relíquias

Corpo cozinhado
no vinho no vinagre
e perfumada água
corpo cozinhado
para o ágape

Maldito corpo
bendito corpo
para ser comido
no banquete
das Santidades