“As mulheres que estão no fundo do poço absoluto”


“Acho que a gente já está progredindo há um tempo, desde que a escolaridade feminina começou a aumentar, desde a primeira heroína que saiu de casa quando o marido bateu nela. A luta feminina tem sido uma luta a passos curtos, mas o empoderamento da mulher é a melhor maneira de fazer com que a coisa mude – não só o econômico, mas também o empoderamento de autoestima. Temos que abominar a prática de botar a mulher “photoshopada” na revista – aquela mulher não existe e faz as outras se sentirem péssimas”, declarou a jornalista Nana Queiroz.

Leia entrevista concedida para a jornalista Cristina Moreno de Castro: “É pelas mulheres que estão me agredindo que estou lutando”. Disse Nana: “Acho naturalíssimo que elas me agridam: o pai dela e o namorado a agride e manda nela, então é claro que ela vai me agredir. Ela é muito mais vítima do que eu, porque nem opinião própria ela pode ter. É para as mulheres que estão me agredindo que eu estou lutando. É por elas. É por essas mulheres que estão no fundo do poço absoluto, que é o fundo do poço de achar que são cidadão de segunda categoria”. Leia mais 

frida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s