A VOZ SECRETA DO AMOR ESCURO E A LUA DE GARCÍA LORCA


O jornaleiro

AI, VOZ SECRETA DO AMOR ESCURO

LORCA
Federico Garcia Lorca
(Tradução de Paulo Azevedo Chaves)

Ai, voz secreta do amor escuro!
ai, balido sem lãs! ai, ferida!
ai, agulha de mel, camélia partida!
ai, corrente sem mar, cidade sem muro!

Ai, noite imensa de perfil seguro,
montanha celestial de angústia erguida!
ai, cão nas entranhas, voz perseguida!
silêncio sem limite, lírio maduro!

Afasta de mim o gelo cálido do teu alento,
não queiras que eu me perca na profundeza
onde, sem fruto, gemem carne e firmamento.

Deixa o marfim do meu crânio com presteza,
apieda-te de mim, rompe meu desalento,
que também sou amor, que eu sou a Natureza!

A LUA DE LORCA

por Talis Andrade

Federico:
– Que tem teu divino
coração de festa

A menina:
– Tenho uma rosa
uma linda rosa
amarela

Federico:
– Ai menina
não se faça
tão bela

A menina:
– O sol
me fez…

Ver o post original 49 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s